terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Dívida Pública Portuguesa - OUT/2016 - Dados do Banco de Portugal



Evolução da dívida líquida

Dezembro de 2010 : 158.736 mil milhões de €€ (boletim 04/2013)
Dezembro de 2011 : 170.904 (boletim 04/2013)
Dezembro de 2012 : 187.900 (boletim 04/2013)
Dezembro de 2013 : 196.304 (boletim 04/2014)
Dezembro de 2014 : 208.195 (boletim 01/2016)
Dezembro de 2015 : 218.093 (boletim 03/2016)
Outubro de 2016 : 224.561 (boletim 12/2016)

Variação diária da dívida líquida:

2011 : + 33.336.986€
2012 : + 46.437.158€
2013 : + 23.024.658€
2014 : + 32.394.521€
2015 : + 26.065.753€
2016 : + 27.715.068€ (últimos 12 meses terminados em OUT/2016)

Em outubro de 2016, os depósitos aumentaram cerca de 381M€ ficando acima dos 21,9 mil milhões de €.
Relativamente aos depósitos no final de outubro de 2015, o aumento é cerca de 3,4 mil milhões de euros.

Até breve

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Execução Orçamental - OUT/2016



Com 10 dos 12 meses do ano já passados, assim vai a execução orçamental.

Estes dados compreendem os 10 primeiros meses de 2016 e os últimos 2 meses de 2015. Período marcado pela formação do governo e implementação das políticas por ele defendidas.

Os dados seguintes comparam os 12 meses terminados em OUT/2016 com os 12 meses terminados em OUT/2015:

Receita Total : 43,361M€ ( + 432M€ ; + 1.0% )

Das quais :
Receitas fiscais : 39,422M€ ( + 709M€ ; + 1.8%)

IRS : 12,131M€ ( - 604M€ ; - 4.7%)
IRC : 4,886€ ( - 210M€ ; - 4.1%)
IVA : 14,852M€ ( + 144M€ ; + 1.0%)
ISP : 3,090M€ ( + 871M€ ; + 39.2%)

Despesa Total : 49,474M€ ( + 429M€ ; + 0.9%)

Despesa Corrente Primária : 42,026M€ ( + 191€ ; + 0.5%)
Despesa de Capital : 1,238€ ( - 124M€ ; - 9.1%)
Despesas com juros : 7,448M€ ( + 238M€ ; + 3.3%)

Saldo Primário : + 1,335M€ ( melhorou 241M€ )

Saldo : -6,113M€ ( melhorou 2M€ ; corresponde a 3.4% do PIB projetado para 2016)

(melhoria do saldo: receitas, receitas, receitas...)

Até breve!

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Dívida Pública Portuguesa - OUT/2016 - IGCP



A dívida emitida pelo IGCP tinha, no final de outubro de 2016, o valor de 236.774.835.815€ .

A variação média diária, nos períodos indicados, foi a seguinte:

(Nota: a partir de 2016, os números incluem a cobertura cambial efetuada pelo IGCP)

2016 : + 37.394.507€ (últimos 12 meses terminados em OUT/2016)
2015 : + 25.305.121€
2014 : + 35.271.397€
2013 : + 26.667.217€
2012 : + 53.616.271€
2011 : + 63.331.160€
2010 : + 52.132.112€
2009 : + 39.133.457€

Este mês a dívida emitida diminuiu 1.668.914.459M€.

Comentários:

1. em outubro foram subcritos 233M€ em certificados de aforro e do tesouro

2. 10.82% (10.65% no mês passado) do total da dívida é detida, diretamente, por particulares via certificados de aforro e certificados do tesouro. Este número inclui as novas obrigações do tesouro rendimento variável (1.950M€).

Até breve!

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Dívida Pública Portuguesa - SET/2016 - Dados do Banco de Portugal



Evolução da dívida líquida:

Dezembro de 2010 : 158.736 mil milhões de €€ (boletim 04/2013)
Dezembro de 2011 : 170.904 (boletim 04/2013)
Dezembro de 2012 : 187.900 (boletim 04/2013)
Dezembro de 2013 : 196.304 (boletim 04/2014)
Dezembro de 2014 : 208.195 (boletim 01/2016)
Dezembro de 2015 : 218.093 (boletim 03/2016)
Setembro de 2016 : 224.307 (boletim 10/2016)

Variação diária da dívida líquida:

2011 : + 33.336.986€
2012 : + 46.437.158€
2013 : + 23.024.658€
2014 : + 32.394.521€
2015 : + 26.065.753€
2016 : + 27.920.602€ (últimos 12 meses terminados em SET/2016)

Em setembro de 2016, os depósitos aumentaram cerca de 458M€ ficando acima dos 21,5 mil milhões de €.

Relativamente aos depósitos no final de setembro de 2015, o aumento é cerca de 3,3 mil milhões de euros.

Até breve

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Dívida Pública Portuguesa - SET/2016 - IGCP



A dívida emitida pelo IGCP tinha, no final de setembro de 2016, o valor de 238.443.750.274€ .

A variação média diária, nos períodos indicados, foi a seguinte:

(Nota: a partir de 2016, os números incluem a cobertura cambial efetuada pelo IGCP)

2016 : + 34.756.524€ (últimos 12 meses terminados em SET/2016)
2015 : + 25.305.121€
2014 : + 35.271.397€
2013 : + 26.667.217€
2012 : + 53.616.271€
2011 : + 63.331.160€
2010 : + 52.132.112€
2009 : + 39.133.457€

Este mês a dívida emitida aumentou 1.055.545.847M€.

Comentários:

1. em setembro foram subcritos 254M€ em certificados de aforro e do tesouro
2. 10.65% (10.52% no mês passado) do total da dívida é detida, diretamente, por particulares via certificados de aforro e certificados do tesouro. Este número inclui as novas obrigações do tesouro rendimento variável (1.950M€).

Até breve!

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Execução Orçamental - SET/2016



Com 75% do ano já passado, assim vai a execução orçamental.

Estes dados compreendem os 9 primeiros meses de 2016 e os últimos 3 meses de 2015. Período marcado pela campanha eleitoral, eleições e todas as peripécias para a formação do governo.

Os dados seguintes comparam os 12 meses terminados em SET/2016 com os 12 meses terminados em SET/2015:

Receita Total : 43,221M€ ( - 461M€ ; - 1.1% )

Das quais :
Receitas fiscais : 39,269M€ ( + 407M€ ; + 1.0%)

IRS : 12,130M€ ( - 927M€ ; - 7.2%)
IRC : 4,995€ ( + 20M€ ; + 0.4%)
IVA : 14,787M€ ( + 104M€ ; + 0.7%)
ISP : 3,001M€ ( + 798M€ ; + 36.2%)

Despesa Total : 49,501M€ ( + 529M€ ; + 1.1%)

Despesa Corrente Primária : 42,011M€ ( - 461€ ; - 1.1%)
Despesa de Capital : 1,323€ ( - 29M€ ; - 2.1%)
Despesas com juros : 7,490M€ ( + 115M€ ; + 1.6%)

Saldo Primário : + 1,210M€ ( melhorou 868M€ )

Saldo : -6,280M€ ( piorou 122M€ ; corresponde a 3.5% do PIB projetado para 2016)

(melhoria do saldo: receitas, receitas, receitas...)



Até breve!

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Carga das receitas do Estado no PIB



Motivado pelos comentários ao post anterior, fui dar com os dados da %% do peso dos impostos e contribuições no site da pordata no PIB ao longo dos anos. Assim:

Os valores referentes aos dados a itálico azul foram retirados desta notícia. Aqui se vê que, o total das receitas sobe para 44.1% do PIB. O que indicia, para além das contribuições e impostos, outras receitas. Estas últimas, desconheço quais são.

Peso dos impostos:
  • 2009 : 21.2% do PIB
  • 2010 : 21.7% do PIB
  • 2011 : 23.4% do PIB
  • 2012 : 23.1% do PIB
  • 2013 : 25.1% do PIB
  • 2014 : 25.2% do PIB
  • 2015 : 25.4% do PIB
  • 2016 : 25.0% do PIB (valor esperado)
  • 2017 : 24.9% do PIB (valor previsto)
Peso das contribuições sociais:
  • 2009 : 12.1% do PIB
  • 2010 : 11.9% do PIB
  • 2011 : 12.0% do PIB
  • 2012 : 11.4% do PIB
  • 2013 : 12.0% do PIB
  • 2014 : 11.8% do PIB
  • 2015 : 11.6% do PIB
  • 2016 : 11.6% do PIB (valor esperado)
  • 2017 : 11.7% do PIB (valor previsto)
Peso dos impostos + contribuições sociais:
  • 2009 : 33.4% do PIB
  • 2010 : 33.6% do PIB
  • 2011 : 35.4% do PIB
  • 2012 : 34.4% do PIB
  • 2013 : 37.1% do PIB
  • 2014 : 37.0% do PIB
  • 2015 : 37.0% do PIB
  • 2016 : 36.6% do PIB (valor esperado)
  • 2017 : 36.6% do PIB (valor previsto)

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Carga Fiscal - Evolução 2011/2016



Hoje, ao assistir a um debate sobre carga fiscal, fui aos relatórios da DGO e ao site da Pordata e fiz os cálculos das receitas fiscais.

Nos relatórios, o total de impostos cobrados é feito por várias entidades:
  • Estado
  • Serviços e fundos autónomos
  • Administração Local e Regional
  • Segurança Social
 Montantes cobrados:
  • 2011 : 39,022 mil milhões de €€
  • 2012 : 37,534 mil milhões de €€
  • 2013 : 41,718 mil milhões de €€ 
  • 2014 : 42,491 mil milhões de €€
  • 2015 : 44,716 mil milhões de €€
  • 2016 : 46,120 mil milhões de €€ (Orçamento de Estado para 2016)
Face aos valores do PIB em cada ano, retirados do site Portdata, a %% de impostos cobrada foi:
  • 2011 : 22.2%
  • 2012 : 22.3%
  • 2013 : 24.5% (o colossal aumento de impostos...)
  • 2014 : 24.5%
  • 2015 : 24.9%
  • 2016 : 25.4% (Assumindo crescimento de 1.0%)
A austeridade parece, por estes números, não ter acabado.

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Endividamento do país - Dados de junho/2016 - Banco de Portugal



No seguimento deste post onde coloquei os número do endividamento global do país (Estado, Empresas e Particulares), atualizo agora os dados:

Entre dez/2011 e jun/2016:

Dívida da administração e empresas públicas:
  • passou de 224,650 M€ para 305,228 M€ (+17,906 M€ por ano);
  • + 3,347M€ relativamente ao último trimestre
Dívida de empresas e particulares:
  • passou de 481,384 M€ para 405,088 M€ (-17,717 M€ por ano) .
  • - 2,516M€ relativamente ao último trimestre
Dívida de Administração e empresas públicas, empresas e particulares:
  • passou de 706,034 M€ para 710,316 M€ (+952 M€ por ano).
  • + 831M€ relativamente ao último trimestre
A dívida total do país (esta definição é minha, não sei bem o que será a dívida total) continuou a aumentar.
Esta não será a dívida líquida mas é, de qualquer modo, um número que se pode considerar...

Até breve!